25 July 2012

DEGELO ACELERADO - ACCELERATED DEFROSTING


DEGELO-ACELERADO

O gelo da Groenlândia derreteu este mês de julho muito mais do que habitualmente nesta região, informa a NASA. Os cientistas nunca haviam registrado um degelo tão repentino em 30 anos de observações de satélite.

O gelo derreteu ainda no local mais alto e frio da Groenlândia na região da estação de investigação Summit. A área do gelo fundido atingiu 97% da cobertura de gelo, quase dobrando em apenas quatro dias.

Embora no verão, principalmente, quase uma metade da cobertura de gelo da Groenlândia se derreta, os ritmos e escala do degelo neste ano surpreendeu os cientistas.

A causa deste fenômeno ainda não foi estabelecida. No entanto, os cientistas acreditam que a água derretida na Groenlândia já teria voltado a congelar. Na semana passada as imagens de satélite da NASA registraram que um bloco de gelo do dobro do tamanho de Manhattan se separou de uma das maiores geleiras da Groenlândia.

DEGELO-ACELERADO

O iceberg, com cerca de 100 quilômetros quadrados, separou-se da Geleira de Petermann, na costa noroeste da Groenlândia. Esta mesma geleira já havia perdido um iceberg com o dobro do tamanho em 2010.

As imagens divulgadas pela Nasa mostram que a placa se desprendeu entre os dias 16 e 17 de julho, devido à uma rachadura que se tornou visível em 2001. Segundo o oceanógrafo Andreas Muenchow, da Universidade de Delaware, a maior parte da separação dos icebergs ocorre a 600 metros de profundidade, onde a água é mais quente do que na superfície.

Segundo o estudioso, as águas do oceano Atlântico onde a geleira está derretendo estão cada vez mais aquecidas desde 2003, ano da primeira análise do tipo.

"Tudo isso é dramático, é perturbador", alerta Muenchow. Ele afirma que trabalha com um banco de dados que cobre um período de 150 anos e que mudanças como essa nunca foram vistas antes.

O iceberg gigante, agora à deriva no oceano, pode ser além de uma evidência do aquecimento global, uma ameaça à navegação nas águas próximas à Groenlândia.



0 comentários:

Post a Comment