21 December 2012

APOCALIPSE, A SEGUNDA VINDA DE JESUS - APOCALYPSE, THE SECOND COMING OF JESUS

Christ-second-coming

Uma das crenças principais da Fé Cristã é a Segunda Vinda de Jesus Cristo. Ela é mencionada por Jesus e muitos outros nas Escrituras. Jesus vai retornar fisicamente, por todos os Seus seguidores e para o Seu julgamento final.

Jesus vai ser o juiz final desse mundo, e disse que apenas Deus Pai sabia a data do Seu retorno: "Daquele dia e hora porém ninguém sabe, nem os anjos do Céu, nem o Filho, senão só o Pai. Então, estando dois homens no campo, será levado um e deixado outro, estando duas mulheres a trabalhar no moinho, será levada uma e deixada a outra. Vigiai, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor".

Aqueles que se haviam reunido perguntaram a Jesus: "Senhor, é nesse tempo que restaurarás o reino a Israel? Jesus respondeu-lhes: "A vós não compete saber o tempo ou as épocas que o Pai reservou à Sua própria autoridade. Somente ao Pai é reservada esta autoridade, só a Ele é dada esta honra de saber os tempos".

Poderíamos simplesmente esperar pela Segunda Vinda de Cristo, porém Jesus quer que vigiemos porque a vinda acontecerá como um relâmpago: "Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até o ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem."

Lemos no Apocalipse: "Nunca mais terão fome, nunca mais terão sede, nem calor algum cairá sobre eles. Porque o Cordeiro que está no meio do trono os apascentará e lhes servirá de guia para as fontes das águas da vida, e Deus limpará de seus olhos toda a lágrima".

Segunda-Vinda-Cristo

A benção em Deus será o mais desejável já que ela será eterna, sem fim: "Os justos irão para a vida eterna". No entanto essa glória em Deus, terá seus grupos correspondentes à dignidade moral de cada um.

Deve-se concluir isso das palavras nas Escrituras: "Na casa de Meu Pai há muitas moradas que então dará a cada um segundo as suas obras. Cada um receberá o seu galardão segundo o seu trabalho, uma estrela difere em glória de outra estrela".

A morte não terá poder no Reino da Glória. O último inimigo que há de ser aniquilado é a morte, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: "Tragada foi a morte na vitória".

A eterna vida abençoada é apresentada vividamente no Apocalipse: "E vi um novo Céu, e uma nova Terra. Porque já o primeiro Céu e a primeira Terra passaram, e o mar já não existe". No Reino futuro tudo será espiritualizado, imortal e Santo.

O mais importante é que aqueles que atingem a futura vida abençoada e tornam-se "participantes na natureza divina", serão participantes na mais perfeita vida, cuja fonte é Deus.

Aos futuros membros do Reino de Deus será concedido, como o é aos anjos, "ver Deus", contemplar Sua glória não através de um vidro turvo, não por meio de conjecturas, mas face a face.

Estes não só contemplarão essa glória, mas eles próprios serão participantes dela, brilhando como o sol, no Reino do Pai deles, sendo co-herdeiros de Cristo, sentados com Cristo num trono e partilhando com Ele a Real grandeza.

Segunda-Vinda-Cristo

Com o final dessa era e a transformação do mundo num mundo novo e melhor, é então revelado o eterno Reino de Deus, o Reino da Glória.


Então chegará ao fim o Reino de Graça e depois virá o fim, quando tiver entregado o Reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo o império, toda a potestade e injustiça: 
"Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de Seus pés. Quando todos Lhe estiverem sujeitos, também o Filho se sujeitará Àquele em que todas as coisas Lhe sujeitaram, para que Deus seja tudo em todos".

Essas palavras a respeito do fim do Reino de Cristo devem ser entendidas como o término da missão de Jesus. Então o Filho reinará no Reino de Glória junto com o Pai e o Espírito Santo, e o Seu Reino não terá fim
.

JESUS CRISTO NÃO ERA JUDEU


0 comentários:

Post a Comment