07 January 2013

DEUS PAI - GOD, THE FATHER


Deus

Deus em Sua essência é incompreensível. Deus habita na luz inacessível, a qual nenhum dos homens viu nem pode ver. Nós não explicamos Deus, e confessamos não ter um conhecimento exato a respeito Dele. No entanto, até certo ponto nós temos conhecimento de Deus, até o ponto em que Ele mesmo Se revelou para os homens.

Deve-se distinguir entre a compreensão de Deus, o que em essência é impossível, e o conhecimento Dele, ainda que incompleto. Foi revelado ao homem que o conhecimento da natureza e o conhecimento de si próprio, é o conhecimento da criação de Deus em geral.

As Suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o Seu eterno Ser quanto a Sua Divindade, se entendem e claramente se vêem pelas coisas que foram criadas. Desta forma, o que é invisível Nele é tornado visível através da observação das coisas criadas. O mundo é o reino do pensamento Divino.

Deus manifestou-se nas revelações sobrenaturais e através da encarnação do Seu Filho, Jesus, Seu Filho unigênito. Este O fez conhecer, e ensina a respeito do conhecimento de Deus, Seu Pai. Jesus Cristo afirmou: "Todas as coisas Me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai, e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho O quiser revelar".

Deus

Na antiguidade, certos heréticos introduziram a ideia de que Deus é totalmente incompreensível, inacessível ao entendimento. Eles construíram suas afirmações sobre a lógica de que Deus é uma Essência simples, que não tem conteúdo interior ou qualidades.

Por isso, foi suficiente dar nomes a Deus: Theos, "Aquele que vê", ou Jeová, "Aquele que é", ou indicar Sua característica singular, Sua "não-origem", de maneira a dizer tudo que pode ser dito a respeito de Deus.

Os gnósticos também raciocinavam dessa maneira, como Valentino no século segundo e os Anomoenses no século quarto. Outros heréticos da antiguidade, como os Marcionitas, afirmaram que Deus é completamente desconhecido e inacessível à nossa compreensão.

Mas, para os Cristãos, existem graus para o conhecimento de Deus, o que é possível, útil e necessário para nós. Se a essência de Deus fosse incompreensível, não falaríamos a respeito Dele. Se eu não posso beber um rio inteiro, posso tomar água dele com moderação para meu benefício.

Os meus olhos podem não enxergar tudo que o sol ilumina, mas posso contemplar aquilo que é possível e necessário para mim. Quando vou a um grande pomar não consigo comer todas as frutas, mas não vou embora do pomar completamente faminto.

Deus

"Se desejas falar ou ouvir a respeito de Deus renuncie a teu próprio corpo, renuncie a teus sentidos corporais e abandona a Terra. Faz com que o ar esteja abaixo de ti e passa sobre as estações do ano, coloca-te acima do éter e atravessa as estrelas, seu esplendor, grandeza e benefícios que elas dão ao mundo, sua boa ordem, brilho, arranjo, movimento e o vínculo ou distância entre elas.

"Tendo passado através de tudo isso em tua mente, vá para o Céu. Postando-se acima Dele só com teu pensamento, observe as belezas que lá estão, os Chefes Arcanjos, a Glória dos Domínios, a Presidência dos Tronos, os Poderes, Principados e Autoridades".

"Tendo deixado para trás toda a criação em teus pensamentos, elevando a tua mente acima dos limites dela, apresenta à ela a essência de Deus, imóvel, imutável, inalterável, desapaixonada, simples, complexa, indivisível, luz inaproximável, poder inexplicável, magnitude infinita, glória resplandecente, infindável bondade, beleza incomensurável que golpeia poderosamente a alma ferida, mas que não pode ser validamente descrita em palavras. Tal exaltação de espírito é demandada a alguém que quer falar com Deus".

No entanto, nessa condição, os pensamentos humanos são capazes somente de permanecer nos atributos da Divindade e não na verdadeira essência da Divindade. Assim, pode-se falar somente dos atributos de Deus, mas não da Sua verdadeira essência.

A existência de Deus é fora do tempo, pois o tempo é somente uma forma para seres limitados e mutáveis. Para Deus não há nem passado, nem futuro, só há o presente.

God

A Santidade consiste não só na ausência da malignidade ou pecado, mas na presença de valores espirituais mais elevados, juntos com a pureza em relação ao pecado. Santidade é como a luz, e a Santidade de Deus é como a mais pura das luzes. Deus é Santo por natureza.

Ele é a fonte da Santidade para anjos e homens. Os homens podem atingir a Santidade somente em Deus, não por natureza, mas por participação, por luta e oração. A Santidade e a Justiça de Deus estão intimamente ligadas uma à outra. Deus chama cada um para a vida eterna Nele, no Seu Reino, e isso significa em Sua Santidade.

No Reino de Deus nada impuro pode entrar. O Senhor nos limpa por intermédio de Seus "castigos", assim como por Seus atos providenciais, pois nós devemos passar pelo julgamento de justiça. Este julgamento para nós é terrível, por causa da nossa consciência dos valores Cristãos, morais e espirituais.

Como poderemos entrar no Reino da Santidade e Luz se nos sentirmos lá estando impuros, escuros e não tendo em nós nenhuma semente de Santidade, não tendo em nós nenhum tipo de valor espiritual ou moral. 

God

Deus dá a Suas criaturas tantas coisas boas quanto cada uma pode receber de acordo com a sua natureza e condição, e que corresponda com a harmonia geral do universo. Mas é para o homem que Deus revela uma bondade particular.

Deus nos ama mais do que um pai, uma mãe, um amigo ou qualquer outro que nos possa amar. Ama-nos mais do que nós podemos amar a nós mesmos, porque Ele está preocupado mais com a nossa salvação do que com Sua própria Glória.

Um testemunho disso é que Ele enviou ao mundo Seu Filho Único, Jesus Cristo, para sofrer e morrer somente para nos revelar o caminho da salvação e da vida eterna. Se o ser humano não entende o poder completo da bondade de Deus, isso ocorre porque concentra seus pensamentos e desejos demasiadamente no seu bem-estar terreno.

A Providência de Deus costuma dar-nos coisas terrenas e temporais junto com o chamado para adquirirmos coisas boas eternas para a nossa alma.

Por conseguinte, nós acreditamos em um só Deus, um princípio sem começo, incriado, indestrutível e imortal, eterno, ilimitado, incircunscritível, irrestrito, infinito em poder, incorporal, imutável, desapaixonado, constante, invisível, fonte de bondade e justiça, luz intelectual e inacessível.

Poder que não está sujeito a qualquer medida, mas que é medido somente por Sua própria vontade, pois Ele pode fazer todas as coisas que O agradem.

JESUS CRISTO NÃO ERA JUDEU


0 comentários:

Post a Comment