17 August 2012

(12) O CATECISMO DE SÃO PIO X - THE CATECHISM OF SAINT PIUS X


SANTO PAPA PIO X
(Cont.)  

191) Quem é o Papa?
O Papa, a quem chamamos também Sumo Pontífice ou Romano Pontífice, é o sucessor de São Pedro na Sede de Roma, o Vigário de Jesus Cristo na Terra, e o Chefe visível da Igreja.

192) Por que o Romano Pontífice é o sucessor de São Pedro?
O Romano Pontífice é o sucessor de São Pedro, porque São Pedro reuniu na sua pessoa a dignidade de Bispo de Roma e de Chefe da Igreja e porque, por disposição divina, estabeleceu em Roma a sua sede, e aí morreu. Por isso quem  é eleito Bispo de Roma, é também herdeiro de toda a sua autoridade.

193) Por que o Romano Pontífice é o Vigário de Jesus Cristo?
O Romano Pontífice é o Vigário de Jesus Cristo porque ele O representa na Terra, e faz as Suas vezes no governo da Igreja.


194) Por que o Romano Pontífice é o Chefe visível da Igreja?
O Romano Pontífice é o Chefe visível da Igreja porque a dirige visivelmente com a mesma autoridade de Jesus Cristo, que é a cabeça invisível da Igreja.

195) Qual é, pois, a dignidade do Papa?
A dignidade do Papa é a maior entre todas as dignidades da Terra e dá-lhe um poder supremo e imediato sobre todos e cada um dos Pastores e dos fiéis.

196) Pode errar o Papa ao ensinar à Igreja?
O Papa não pode errar, quer dizer, é infalível nas definições que dizem respeito à Fé e aos costumes.

197) Qual é o motivo por que o Papa é infalível?
O Papa é infalível em razão da promessa de Jesus Cristo e da contínua assistência do Espírito Santo.

198) Quando o Papa é infalível?
O Papa é infalível só quando, na sua qualidade de Pastor e Mestre de todos os Cristãos, em virtude da sua suprema autoridade apostólica, define uma doutrina relativa à Fé e aos costumes, que deve ser seguida por toda a Igreja.

199) Quem não acreditasse nas definições solenes do Papa, que pecado cometeria?
Quem não acreditasse nas definições solenes do Papa, ou ainda só duvidasse delas, pecaria contra a Fé, e se obstinasse nesta incredulidade, já não seria mais católico, mas herege.

200) Para que fim Deus concedeu ao Papa o dom da infalibilidade?
Deus concedeu ao Papa o dom da infalibilidade, a fim de que todos estejam certos e seguros da verdade que a Igreja ensina.

201) Quando foi definido que o Papa é infalível?
A infalibilidade do Papa foi definida pela Igreja do Concílio do Vaticano e se alguém ousasse contradizer esta definição, seria herege e excomungado.

202) A Igreja, ao definir que o Papa é infalível, estabeleceu porventura uma nova verdade de Fé?
Não. A Igreja, ao definir que o Papa é infalível, não estabeleceu uma nova verdade de  Fé, mas só definiu para se opor a erros novos, que a infalibilidade do Papa já contida na Sagrada Escritura e na Tradição, é uma verdade revelada por Deus, e por conseguinte se deve crer como dogma ou artigo de Fé.

203) Como todo o católico deve proceder para com o Papa?
Todo o católico deve reconhecer o Papa como Pai, Pastor e Mestre universal, e estar unido a ele de espírito e coração.

204) Depois do Papa quais são, por instituição divina, as personagens mais venerandas na Igreja?
Depois do Papa, por instituição divina, as personagens mais venerandas da Igreja são os Bispos.

205) Quem são os Bispos?
Os Bispos são os Pastores dos fiéis, estabelecidos pelo Espírito Santo para governar a Igreja de Deus, nas sedes que lhes são confiadas sob a dependência do Romano Pontífice.

206) Que é o Bispo na própria diocese?
O Bispo na própria diocese é o Pastor legítimo, o Pai, o Mestre, o superior de todos os fiéis, eclesiásticos e leigos, que pertencem à mesma diocese.

207) Por que o Bispo se chama Pastor legítimo?
Chama-se o Bispo Pastor legítimo, porque a jurisdição, isto é, o poder que tem de governar os fiéis da própria diocese, foi-lhe conferido segundo as normas e leis da Igreja.

208) De quem são sucessores o Papa e os Bispos?
O Papa é sucessor de São Pedro, Príncipe dos Apóstolos, e os Bispos são sucessores dos Apóstolos, no que diz respeito ao governo ordinário da Igreja.

209) Deve o fiel estar unido ao próprio Bispo?
Sim, todo o fiel, eclesiástico ou leigo, deve estar unido de espírito e de coração ao próprio Bispo que está em graça e comunhão com a Sé Apostólica.
 
210) Como deve proceder o fiel para com o próprio Bispo?
Todo o fiel, eclesiástico ou leigo, deve respeitar, amar e honrar o próprio Bispo, e prestar-lhe obediência em tudo o que se refere ao bem das almas e ao governo espiritual da diocese.

211) Quais são os auxiliares do Bispo na cura das almas?
Os auxiliares do Bispo na cura das almas são os Sacerdotes, e principalmente os Párocos.

212) Quem é o Pároco?
O Pároco é um Sacerdote delegado para presidir e dirigir, sob a dependência do Bispo, uma porção da diocese, que se chama paróquia.

213) Que deveres têm os fiéis para com o seu  Pároco ?
Os fiéis devem conservar-se unidos ao seu Pároco, ouví-lo com docilidade, professar-lhe respeito e submissão em tudo o que interessa ao bem da paróquia.

(Continua)

0 comentários:

Post a Comment