30 October 2012

(47) O CATECISMO DE SÃO PIO X - THE CATECHISM OF SAINT PIUS X


SANTO PAPA PIO X
(Cont.)


852) Que é a virtude sobrenatural?
A virtude sobrenatural é uma qualidade que Deus infunde na alma, pela qual se tem propensão, facilidade e prontidão para conhecer e praticar o bem, em ordem da vida eterna.

853) Quantas são as principais virtudes sobrenaturais?
As principais virtudes sobrenaturais são sete, a saber, três teologais e quatro cardeais.

854) Quais são as virtudes teologais?
As virtudes teologais são: a Fé, a Esperança e a Caridade.

855) Por que a Fé, a Esperança e a Caridade se chamam virtudes teologais?
Chamam-se a Fé, a Esperança e a Caridade virtudes teologais, porque têm a Deus por objeto imediato e principal e nos são infundidas por Ele.

856) De que modo têm as virtudes teologais a Deus por objeto imediato?
As virtudes teologais têm a Deus por objeto imediato, porque pela Fé nós cremos em Deus, e cremos tudo o que Ele revelou; pela Esperança esperamos possuir a Deus; pela Caridade amamos a Deus e n'Ele amamos a nós mesmos e ao próximo.

857) Quando nos infunde Deus na alma as virtudes, teologais?
Deus, pela sua bondade, infunde-nos no alma a, virtudes teologais, quando nos adorna com a graça santificante; e por isso, quando recebemos o Batismo, fomos enriquecidos com estas virtudes, e juntamente com os dons do Espírito Santo.

858) Basta, para o Cristão se salvar, o ter recebido no Batismo as virtudes teologais?
Para quem tem o uso da razão, não basta o ter recebido no Batismo as virtudes teologais; mas é necessário fazer frequentemente atos destas virtudes.

859) Quando somos obrigados a fazer atos de Fé, de Esperança e de Caridade?
Somos obrigados a fazer atos de Fé, de Esperança e de Caridade:
1º quando chegamos ao uso da razão;
2º frequentes vezes no decurso da vida.
3º em perigo de morte.


860) Que é a Fé?
A Fé e uma virtude sobrenatural, infundida por Deus em nossa alma, pela qual nós, apoiados na autoridade do mesmo Deus, acreditamos que é verdade tudo o que Ele revelou e por meio da Santa Igreja nos propõe para crer.


861) Como conhecemos as verdades reveladas por Deus?
Conhecemos as verdades reveladas por Deus, por meio da Santa Igreja que é infalível, isto é, por meio do Papa, sucessor de São Pedro, e por meio dos Bispos que, em união com o Papa, são sucessores dos Apóstolos, os quais foram instruídos pelo próprio Jesus Cristo.

862) Temos nós a certeza de que são verdadeiras as doutrinas que a Santa Igreja nos ensina?
Sim, temos a certeza absoluta de que são verdadeiras as doutrinas que a Santa Igreja nos ensina, porque Jesus Cristo empenhou a sua palavra, que a Igreja nunca se enganaria.

863) Com que pecado se perde a Fé?
A Fé perde-se negando ou duvidando voluntariamente, ainda que seja de um só artigo que nos é proposto para crer.

864) Como recuperamos a Fé?
Recuperamos a Fé perdida, arrependendo-nos do pecado cometido e crendo de novo tudo o que crê a Santa Igreja.

865) Podemos compreender todas as verdades da Fé?
Não; não podemos compreender todas as verdades da Fé, porque algumas destas verdades são mistérios.


866) Que são os mistérios?
Os mistérios são verdades superiores à razão, as quais devemos crer, ainda que não as possamos compreender.

867) Por que devemos crer os mistérios?
Devemos crer os mistérios, porque os revelou Deus, que, sendo Verdade e Bondade infinitas, não pode enganar-Se, nem enganarmos.

868) São porventura os mistérios contrários à razão?
Os mistérios são superiores, porém não contrários à razão; e até a própria razão nos persuade a admiti-los.

869) Por que os mistérios não podem ser contrários à razão?
Os mistérios não podem ser contrários à razão, porque é o mesmo Deus quem nos deu a luz da razão, e quem revelou os mistérios, e Ele não pode contradizer-Se a Si mesmo. 

(Continua)

0 comentários:

Post a Comment