03 June 2014

O FALSO MESSIAS SIONISTA - THE FALSE ZIONIST MESSIAH


ZIONIST-MESSIAH

Shabbethai Zebi (1626-1676) foi um rabino cabalista que alegava ser o messias judaico. Seus seguidores, a seita dos sabatianos, afirmam que a essência de Shabbethai transmigrou até a família Rothschild e que dela surgirá o rei dos judeus. Lionel Rothschild, o "autor secreto" dos Protocolos do Sião, discorreu sobre as condições necessárias para a vinda deste messias. Em 1666, Shabbethai converteu-se ao islamismo e liderou o incipiente grupo de criptojudeus muçulmanos que, secretamente, ainda estão ativos e operantes.

Os sabatianos acreditam que o messias procedente da linhagem Rothschild restaurará a terra de Israel e exterminará os gentios (Cristãos) e muçulmanos. Preconizam que este rei não surgirá até que o mundo sucumba ao mal absoluto e a destruição. Esta seita trabalha nas sombras e seus seguidores estão determinados em tornar suas ideologias auto-realizáveis na base da força. Os sabatianos, cujos membros são compostos por judeus-sionistas, muitas vezes fingem ser cristãos ou muçulmanos para pavimentar o caminho do seu messias, o anticristo dos Cristãos.

MESSIAS-SIONISTA

Como o sistema messiânico-sionista requer que um membro dos Rothschild seja coroado como o rei de Israel, o apoio em massa do povo judeu à causa, a princípio concentrando-os na Palestina, era essencial ao plano de estabelecer um governo mundial em Jerusalém. Os conspiradores aceleraram o processo de migração para a Palestina ao incentivarem a perseguição ao povo judeu, seja quando entregaram o poder aos comunistas na Rússia ou quando afundaram a Europa na Primeira Guerra. Buscando o mesmo objetivo entronizaram o ditador Hitler, um perseguidor implacável dos judeus durante a Segunda Guerra. "Hitler foi uma dádiva para Israel", observou um Rothschild.

Em 1836, Mayer Amschel Rothschild (1744-1812) recebeu uma carta do rabino ortodoxo Zwi Hirsch Kalischer (1795-1874), maquinando a execução de um plano sinistro. Esta é a transcrição de parte do texto: "Que ninguém imagine que o messias aparecerá de repente, em meio a milagres e prodígios, para levar os filhos de Israel à sua antiga herança. Não pensem que este resgate virá de forma natural, seja pelo desejo dos judeus ou das nações da Terra. Assim, devemos condenar a humanidade ao terror e escravidão até alcançarmos nossos objetivos".

ZIONIST-MESSIAH

A internet e a mídia atual já são comandadas pelos sionistas e, por isso, podemos constatar que muitos indivíduos anunciam o fim dos tempos para os Cristãos. Estes pregadores charlatões, muitas vezes travestidos de verdadeiros cristãos, empenham-se em aliciar-nos a aceitar e encarar a destruição da Cristandade de uma forma positiva e redentora, falando mansamente: "Vocês devem aceitar o cumprimento divino das profecias bíblicas". Mas isto é um total engodo! A destruição das nações ocorrerá pelas mãos dos judeus-sionistas e não como resultado da interação de Deus.

O messianismo-sionista busca uma forma de eleger um "messias" para governar o mundo, ou seja, o anticristo por encomenda. A incessante busca da Arca da Aliança, exaustivamente efetuada por gerações de Rothschilds, faz parte do bizarro plano de instalar o artefato sagrado no Templo de Salomão, em Jerusalém. O objetivo deste ato simbólico é legitimar a ascensão do messias-rothschild. Esta delirante perspectiva sionista, fundamentada em conceitos profético-fantasiosos, é a ideologia que exerce o controle e norteia a implementação da Nova Ordem Mundial (NWO).


0 comentários:

Post a Comment