29 August 2016

UM BRASIL SEM DEUS - BRAZIL WITHOUT GOD

BRASIL-SEM-DEUS

Crise após crise é o que acontece no Brasil, e talvez você conheça a velha parábola: "Se colocar um sapo numa panela cheia d'água e aumentar gradativamente a temperatura, ele gostará da sensação e nem pensará em pular fora, cozinhando até a morte".  O povo brasileiro já alcançou o estágio da fervura e não percebeu seu sofrimento. Só resta preocupar-nos com a morte espiritual, pois a aniquilação física já ronda nossos "quintais".

No passado distante, os imigrantes europeus propagaram a ideologia cristã no Brasil e Deus abençoou e fez prosperar esta nação até tornar-se maior e mais benevolente. Através da Fé e da bênção Divina tornamo-nos conscientes do amor dignificador, a mais importante característica do ser humano. Infelizmente não tornamo-nos o que pretendíamos alcançar porque retrocedemos, e a nossa moral, princípios e valores decaíram a um só tempo.

O povo brasileiro ainda acredita no amor dignificador de Deus, mas as diversas categorias apócrifas do cristianismo, somadas às seitas alternativas e aos cultos afro-brasileiros impregnaram o imaginário religioso. Mas é seguro afirmar que a maioria da população reconhece que os preceitos da Igreja Católica ainda predominam no Brasil. Assim, podemos intuir que os Ensinamentos de Jesus são uma fonte de inspiração para os brasileiros.

BRASIL-SEM-DEUS

Desde a implantação do marxismo no país negligenciamos o ensino da religião nas escolas, pois o governo proibiu que as crianças orassem e observassem os momentos de silêncio e reflexão nas salas de aula — quando poderiam rogar silenciosamente a Deus. Atualmente, não ensinam o primeiro versículo das Escrituras: "No princípio, Deus criou os Céus e a Terra", mas incutem o princípio sectário da sociedade sem classes.

Ensinam que uma proteína penetrou na forma cristalina do silício e evoluiu até o ser humano. Este reducionismo a um simulacro-quartziforme sem alma, um pouco mais apto do que um símio, torna-nos apenas animais diferenciados. Neste desconstrucionismo não há lugar para Deus e o amor, a decência e a caridade, nem a possibilidade de reavaliarmos nossas ações boas ou más.

Os antigos imigrantes não mais reconheceriam esta nação que, no estatuto atual, incentiva o assassinato de bebês pelo abortamento indiscriminado e ignora o extermínio da população que atingiu proporções alarmantes. Eles nunca poderiam imaginar a desgraceira que acometeu seus descendentes! Aqueles europeus sempre transmitiram o axioma de que filhos são uma benção, e o fruto do ventre da mãe seu galardão. Todas as crianças eram consideradas a recompensa advinda da Graça de Deus.

BRASIL-SEM-DEUS

O contraste moral entre as mães que escolhem a vida e aquelas que matam seus bebês, atendendo ao politicamente correto da liberdade reprodutiva, é estarrecedor. Podemos ler no Deuteronômio, o 5º Livro do Pentateuco, um sério alerta sobre esta questão: "Os Céus e a Terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição. Escolha pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência".

Pensem no que a mídia (imprensa, televisão, cinema) produziu e como torna-se cada vez mais absurdo e infame. Pode-se dizer muito sobre uma família a partir do seu entretenimento. Havia uma época onde a diversão saudável e as boas lições transmitiam a consciência de que deveríamos amar o próximo e respeitar os idosos. As famílias reuniam-se frequentemente em seus lares e os adultos transmitiam aos jovens ensinamentos e princípios morais que nos deixariam inspirados até nos turbulentos dias atuais. 

Agora tornou-se popular menosprezar os Cristãos! No início diziam que estavam "apenas brincando com eles" mas, atualmente, os Cristãos são humilhados e perseguidos de forma sistemática pela mídia, principalmente em Hollywood, assim como pelos muçulmanos e agregados, comunistas e suas variantes, além de todo o resto da corja espalhada pelo mundo. Eles os entregarão para serem perseguidos e condenados à morte, vocês serão odiados por todas as nações por minha causa, disse Jesus.

BRASIL-SEM-DEUS

Quando o Filho do homem vier em Sua Glória, com todos os anjos, Ele se assentará em seu trono na glória celestial. Todas as nações serão reunidas diante Dele, e Ele separará umas das outras, como o pastor separa as ovelhas dos bodes. E colocará as ovelhas à sua direita e os bodes à sua esquerda. Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita, venham, benditos de meu Pai, recebam como herança o Reino que foi preparado para vocês desde a criação do mundo.

Jesus descreve os da direita como aqueles que ajudam os pobres, visitam as pessoas internadas e alimentam os famintos. Analogicamente, os bodes da esquerda são aqueles que não revelam respeito ou deferência para com o ser humano. Você já viu comunistas ajudando os pobres ou criando locais seguros onde pudessem aliviar suas mazelas — sem a perspectiva de lucrar muito dinheiro com o feito? Mas conhecemos as iniciativas cristãs, sempre ajudando e assistindo aos necessitados, motivados pelo amor ao próximo. Isto é parte da nossa herança cristã e sabemos o que é o certo!

O acinte da canalhada é observável nas nações comunistas, como a China, Rússia, Brasil, entre outras, pois mesmo com um excedente de biliões de reais não-empregados, ainda espoliam a população miserável. Os países islâmicos, principalmente a Arábia Saudita, não ajudam os necessitados ou seus irmãos muçulmanos, pois não herdaram uma herança cristã ou são orientados por princípios cristãos. Se Deus é amor, certamente Ele não poderá ser encontrado nestes buracos do inferno.

Precisamos urgentemente de um presidente cristão para sanear a corrupção. Um governante que expresse compaixão e sabedoria, com um amor manifesto a Deus, o que agitaria emocional e moralmente a nação. Temos que salvaguardar a nossa herança cristã e voltar à época quando os Ensinamentos de Jesus norteavam a sociedade. Seus fundadores clamaram em oração por Sua ajuda e Ele atendeu-os de formas maravilhosas. Mas agora somos uma nação imersa na maldade, um Brasil sem Deus.

JESUS CRISTO NÃO ERA JUDEU



0 comentários:

Post a Comment